Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Teatro amigo de jesus

O Amigo de Deus

Várias crianças aprendem o quanto é importante não se deixar dominar pela mentira e por veículos de comunicação e de diversão que aprisionam suas mentes sutilmente. No desfecho da peça, percebemos que valeu à pena as crianças terem sido obedientes aos seus pais e à sua amiga que os orientava com base na Palavra de Deus.

Personagens:

Aninha, Carol, Pedrinho, Carlinhos, Mariazinha, Mentira, TV, Vídeo-Game

Música: Amigo de Deus – CD DT Crianças

Aninha entra sozinha dialogando com as crianças.

Aninha : Oi criançada, hoje nós vamos aprender o que é ser amigo de Deus. Eu sou amiga de Deus, mas infelizmente existem uns amiguinhos meus que não são, eu vou mostrar pra vocês o que é não ser amigo de Deus.

Carol: (falando com as crianças) Ai, ai, ai, criançada. Eu quebrei o vaso da mamãe. Ela falou pra eu não mexer, mas eu mexi e o vaso fez PLAFT no chão! E aí eu quebrei. O que, que eu faço ??

Aninha: Oi minha amiguinha. Eu vou te ajudar.

Entra Mentira

M: Calma, calma que eu cheguei. Eu vou resolver este problema.

Aninha: Ah é ? E como ?

M: Simples. Se ela mentir para a mãe dela, resolve o problema.

Aninha: Mentir? Criançada mentir é de Deus?

Carol : É sim, dona Mentira. Você não é de Deus. E quem é amigo de Deus é inimigo do mal. Vamos cantar aquela nossa musiquinha, Aninha?

Aninha: Vamos.

Elas cantam a música "Amigo de Deus".

A Mentira sai cabisbaixa de cena.

Carol: Eu não vou mentir para a minha mamãe.

Aninha: Deus está muito feliz com você. Vai pra casa e conta para a sua mãe. Ela vai ficar feliz em saber que tem uma filha que só fala a verdade.

Carol sai de cena.

Entra Pedrinho

Pedrinho: Oi, Aninha. Eu tô tão triste.

Aninha: Por quê ?

Pedrinho: Porque eu queria comprar um tênis que vem um carrinho junto que eu vi na televisão, mas o meu pai não quer me dar.

Aninha : Mas o seu tênis tá novo ainda. Você não precisa de outro.

Pedrinho: Eu também queria um brinquedo que eu vi na tv. É um super-avião, só que ele também não quer me dar. Ah, e tem mais. Eu também queria assistir ao desenho dos Monstros da Noite e ele não deixa

TV entra em cena.

Aninha: Pedrinho! Quanta coisa! Você não pode querer comprar tudo que você vê na televisão. Seu papai não pode comprar tudo, ele precisa comprar comida e roupas pra vocês. E além do mais, estes desenhos, só fazem mal. Eles fazem vocês terem pesadelos à noite, e aí vocês ficam sem sono. Deus não gosta disso.

TV: Olá, criançada! Eu sou a Televisão. Vocês gostam muito de mim, né?

Aninha: É, mas você tem ensinado muita coisa ruim para nós crianças.

TV: Pedrinho! Cara, você tem que saber pedir para o seu pai. Insista bastante! Diga pra ele que aqueles bichos que aparecem na tv não são tão ruins assim não.

Pedrinho: É sim. A Aninha tem razão. Eu tenho pesadelo quando eu assisto bichos na tv. E a partir de hoje eu não vou mais assistir. E não vou mais desobedecer ao meu papai pedindo as coisas que assisto em você. Eu vou ser amigo de Deus e inimigo do mal. Vai embora! Tchau!

Eles cantam a música "O Amigo de Deus é inimigo do mal..."

Aninha: Pedrinho, vai pra casa e conta para o seu pai que você entende que ele não pode comprar tudo o que você quer e que você vai ser obediente a ele.

Pedrinho sai de cena.

Carlinhos entra brincando com uma espada, como se estivesse lutando violentamente.

Aninha: Meu Deus! O que é isso, Carlinhos?

Carlinhos: Oi, Aninha. É que eu estou brincando de lutinha. Eu sou bom nisso! Vou ser igual ao meu herói do videogame. Ele pega todos. Ele é o maior, o mais forte... Ele até mata, você sabia ?

Aninha: Por que você quer ser igual ao seu herói do videogame?

Carlinhos: Porque eu aprendi muito com ele. Na escola, nenhum coleguinha briga comigo. Eu bato em todos eles.

Entra Videogame

Videogame: Aí companheiro, beleza? Este aí é meu fã. Ele não me larga.

Aninha: Ah é, mas saiba que tem jogos que você mostra coisas horríveis? Você ensina as crianças a baterem com os seus jogos de lutas. E tem muito bicho feio também. O Carlinhos, nunca quis bater em ninguém. Ele era calmo, um amigo de que todos gostavam. Agora ele tá perdendo os amigos da escola, porque aprendeu com você a ser ruim e a querer bater nos amigos.

Carlinhos: Eu não sou mais bonzinho? E eu tô perdendo todos os meus amiguinhos ?

Aninha: Não, Carlinhos. Assim você não é. Você quer bater em todo mundo. Assim, até eu não vou ser mais a sua amiga. Deus está muito triste com você.

Carlinhos: Que vergonha...Eu quero voltar a ser bonzinho, e deixar Deus bem feliz comigo, e ter vários amiguinhos...

Aninha: Então vamos jogar fora os jogos de bichos feios e de lutas ?

Carlinhos: Vamos! Eu quero ser amigo de Deus e inimigo do mal. Tchau, seu Videogame! Sai daqui!

Videogame sai de cena.

Aninha: Então você sabe o que deve fazer. Vá pra casa e fale pra mamãe que você não quer mais os jogos de bichos feios e de lutas.

Carlinhos sai de cena.

Aninha: (falando com as crianças) Ufa ! Viram só, crianças? Para sermos amigos de Deus temos que ser inimigo do ??... mal. Não podemos mentir nem para o papai, nem para a mamãe, nem para ninguém. Não podemos imitar as coisas que vemos na televisão. Não podemos assistir aqueles bichos feios que aparecem na tv, né ? E quem gosta de Videogame aqui ? É, mas tem muito jogo que ensina coisas erradas. Em alguns jogos, aparecem muitos bichos feios, de chifres,com olhos grandes e deixa a gente com medo à noite, né ? E têm aqueles de luta que ensinam a gente a ficar mais brava com as pessoas. E aí a gente sai querendo bater em todo mundo, achando que é bonito. E isto não é verdade. Então vamos todos ser amigos de Deus, certo ?

Volta Carol.

Carol: Aninha, Aninha!

Aninha: O que foi?

Carol: Minha mãe tá muito feliz comigo. Ela brigou comigo porque eu desobedeci a ela, mas ficou feliz porque eu contei a verdade.

Pedrinho entrando:

Pedrinho: Aninha, meu pai ficou muito feliz. Ele disse que eu sou um filho que dá muito orgulho.

Carlinhos: Pronto, Aninha. Joguei tudo fora e a mamãe gostou. Ela disse que assim eu vou ter mais amigos e que não vou mais ter pesadelos.

Aninha: Amiguinhos, então vamos comemorar e cantar uma música de Deus?

Todos: Vamos

Mariazinha entra em cena cantando

Mariazinha: Baba baby, babay, éguinha pocotó, pocotó....

Todos correm pra calar a boca dela.

Aninha: Mariazinha, que coisa feia que vc está cantando! Uma música q não é de Deus.

Mariazinha: Mas era só um pouquinho, e todo mundo canta...

Aninha: Mas não pode. Você sabia que Deus nos criou para cantarmos apenas músicas Dele e somente pra Ele ?

Mariazinha: Meu Deus! (com olhos fechados) Perdoe-me. Aninha, então me ensine a cantar uma música de Deus?

Aninha: Vamos ensiná-la. turma?

Todos: Vamos !


 

Nenhum comentário:

olá pessoal,

Espero que ese blog ajude vocês no preparo de seus encontros, sei que tenho que dar uma organizada, mas não está sobrando tempo...é muita coisa pra preparar...catequese, experiência e grupo de oração, em breve seminário, quando sobrar um tempo vou dar uma organizada para melhorar para vocês,
por enquanto, sintam-se à vontade, e a todos, de qualquer religião, sejam bem vindos.

a paz de Jesus e o amor de Maria,

Luciane.

catequista e evangelizadora mirim.
Igreja São José Operário,
Paróquia da Ressurreição.
vitória, es.

Total de visualizações de página

eu amo a...

um dia perfumado para você!

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget