Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Teatro infantil a mentira

A MENTIRA

Representação de uma situação de desobediência que poderia se agravar para uma mentira se não fosse a intervenção de uma menina, que tanto alertou após ter ouvido a "voz da consciência" como mostrou que nem Deus e nem os pais se agradam quando camuflamos os nossos erros e pecados.

A conclusão foi o arrependimento da amiga que cometeu a travessura e do menino que a aconselhava a escolher o caminho da mentira para escapar do castigo


 


 

Amiga: Oi, amiguinha! Que bom vê-la! Preciso muito falar com você!

Menina: O que aconteceu ?

Amiga: Lembra aquele dia que você foi à minha casa e eu te mostrei que a minha mãe tem um vaso bem bonito, que ela gosta muito ?

Menina: Ah, sei. Um vaso bem grande, colorido. Si, sei...

Amiga: Buááá...

(Entra em cena um menino)

Menino: Meu Deus! Que choradeira é essa?

Menina: O que foi ? Por que você está chorando ?

Menino: É, por que você está chorando.

Amiga: É que eu quebrei o vaso! E a minha mãe vai me bater! Buááá!

Menina: Ai, tadinha de você. Coitadinha mesmo. Ela vai bater em você mesmo.

Amiga: Buááááááaa!

Menino: Não, não, não fique assim. A gente tenta resolver de uma maneira que ela não vai descobrir.

Amiga: Mas como? Ele está todo quebrado. Como é que faz pra consertar isso?

Menina: Conte a verdade.

Menino: Não, a verdade não! Ela vai bater em você.

Amiga: Buáááá! Viu? Eu sei disso.

Menino: Vamos colar o vaso? E aí a gente pinta ele e ela nem vai ver.

Menina: Não, amiguinha, não o escute. Você tem que falar a verdade.

Amiga: Ai, que dúvida. Estou com medo dela... Ai... Hummm... Eu vou pegar o vaso e vou trazer pra vocês.

Menino: Isso, vai lá!

Menina: Menininho, que coisa feia que você está pedindo pra ela fazer. (ao público) Não pode mentir, né, criançada? É feio mentir, né? (ao menino) Viu? Até eles sabem.

(A amiga volta).

Amiga: Olha, está aqui, ó? Olha como ficou! Ela vai me bater.....Buáááá!

Menino: Chega de chorar, chorar... Vamos tentar resolver isto

Amiga: Mas será que vai dar certo?

Menina: Não vai. Isso que vocês estão fazendo é feio e errado. E eu não vou ficar aqui, pois não quero não fazer parte dessa coisa feia. Tchau!

Menino: Vai, vai... Pode ir! Eu fico aqui ajudando ela.

Menina: Ajudando ? Ajudando uma coisa errada desta? Tchau!

Amiga: Você não é minha amiga assim.

(A menina sai).

Menino: Eu vou precisar de algumas ferramentas. Espere aqui que eu já volto.

Amiga: Tá.... (ao público) Sabe, eu quebrei este vaso, da minha mãe. Xiiiii! Ela não pode saber, porque senão ela vai brigar comigo e vai me bater. Eu estou com medo de contar a verdade pra ela.

Menino: Voltei! vamos lá... Olha, ela não vai notar a diferença, vai ficar igualzinho.

Amiga: Por que a menininha foi embora tão braba?

Menino: Ah...Não sei.

Amiga: Só porque nós vamos concertar o vaso e a minha mãe nem vai saber .

Menino: Ah, não liga pra ela... Olha, estou quase terminando.

(Menina volta correndo eufórica).

Menina: Amiguinha! Amiguinha!

Amiga: O que foi ?

Menina: Eu falei para minha mãe sobre isso. Sabe o que ela disse?

Amiga: O quê, o quê?

Menina: Ai... Deixa eu respirar.

Amiga: Fala logo!

Menina: Ela disse assim: que Deus manda a gente falar a verdade. Disse também que Deus está vendo tudinho o que vocês estão fazendo!

Amiga: O quê? Agora, neste exato momento?

Menina: Sim, sim. Às vezes podemos enganar a nossa mãe, mas a Deus não. Ele vê e sabe de tudo. Sabe até o que você está pensando.

O menino larga tudo na hora e olha pra cima com medo.

Menino: Ai, ai , ai...E agora? Ele vai nos destruir!

(O menino e amiga choram).

Amiga: Deus vai contar pra minha mãe e eu vou apanhar mais ainda... Buááá!

Menina: (pede silêncio) Shhhhh! Quietos! Ainda tem tempo de vocês acertarem isso.

Amiga: O vaso?

Menina: Não o vaso. Vocês estavam fazendo uma coisa muita má e feia. Se vocês pedirem perdão a Deus, Ele vai perdoar vocês!

Menino: Que coisa linda ! Está me dando uma dor aqui dentro.

Amiga: Em mim também. Eu quero pedir perdão a Deus e contar a verdade pra minha mãe.

Menina: Isso é sinal que vocês se arrependeram. Que maravilha! Deus deve estar bem feliz. Vamos orar?

Amigo, amiga: Vamos, vamos! Agora mesmo!

Menina: Repitam comigo: Papai do céu, me perdoe porque eu ia fazer uma coisa muito feia e deixar você e minha mamãe muito triste. Não quero mais mentir. Em nome de Jesus Amém.

Manino: Ai, ai, ai...Como estou leve. Saiu a dor.

Amiga: É verdade. Que coisa boa eu estou sentindo.

Menina: Isso é porque Deus perdoou vocês. Porque vocês se arrependeram e pediram perdão a Ele.

Amiga: Eu vou indo, porque eu quero contar toda a verdade pra minha mãe. Sei que agora Deus está me vendo fazer a coisa certa, e sei que Ele está bem feliz comigo.

(todos saem)


 

Um comentário:

Anônimo disse...

Adorei essa estória. Irei contar para meus alunos da EBD. Beijos!!!!!

olá pessoal,

Espero que ese blog ajude vocês no preparo de seus encontros, sei que tenho que dar uma organizada, mas não está sobrando tempo...é muita coisa pra preparar...catequese, experiência e grupo de oração, em breve seminário, quando sobrar um tempo vou dar uma organizada para melhorar para vocês,
por enquanto, sintam-se à vontade, e a todos, de qualquer religião, sejam bem vindos.

a paz de Jesus e o amor de Maria,

Luciane.

catequista e evangelizadora mirim.
Igreja São José Operário,
Paróquia da Ressurreição.
vitória, es.

Total de visualizações de página

eu amo a...

um dia perfumado para você!

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget